Especial: a magia do Natal


As árvores vão aparecendo nas lojas, os prédios começam a ter luzes nas fachadas, o cansaço de fim de ano dá as caras. É dezembro! Meu coração começa a aquecer alguns dias antes do primeiro dia do mês natalino. Minha mente tenta lembrar dos itens decorativos, se já compramos tudo ou se algo quebrou no ano passado.

Chega o dia de montar a minha árvore, sempre no dia 01/12 ou 30/11. Coloco uma trilha bem americana porque sou dessas e começo a pendurar enfeites com uma vibração indescritível. É como se todas as energias boas fossem chegando por ali; meus olhos brilham, eu tenho certeza. Imagino todo mundo na noite da ceia, as crianças ao redor dela curiosas pelo presente e um barulho sem fim de família falando sem parar.

Há quem ache o Natal triste ou até quem definitivamente não goste, eu acredito que isso é a certeza de que a época realmente mexe com a gente. Hoje em dia pode ter um cunho comercial pesado, mas ninguém passa ileso a magia, seja para entristecer ou se alegrar.

Para completar o pacote, é o último mês do ano! Naturalmente, revemos atitudes, planos, sonhos. Pensamos em quem amamos, quem deveria ser deixada de lado, quem queremos acertar as arestas. Deve ser a época com mais reconciliações do mundo.

Fico o mês inteiro pensando nisso, nas pessoas que voltam a se abraçar, nas famílias se encontrando, mesmo as pequeninas, no coração se enchendo de afeto, na ponta de esperança. A fé costuma reacender ou ganhar força. A saudade dos que se foram as vezes nos faz derrubar umas lágrimas. É um dos motivos de alguns se entristecerem, se for seu caso, é perfeitamente normal chorar, se emocionar, e isso nunca será ruim.

Eu queria com este texto levar para vocês um pouco dessa magia. Abrir os olhos do coração de cada um. Quando você estiver por aí, perambulando, e levantar a cabeça e ver uma luz piscando, alguém vestido de Papai Noel, enfeites pendurados no shopping, lembra da renovação. Esquece o comercial. Presentear quem amamos, nem precisa gastar mais do que $10, de preferência com um cartão falando sobre o ano de vocês juntos, é especial e isso já vale o Natal inteiro.

O Natal vai ser só um período de encontros bons e de saudades de quem se foi ou quem não está por perto, se vivermos abraçados com nosso propósito, ou seja, perto de quem realmente valorizamos. Eu sei, não temos neve e os filmes trazem isso porque são feitos no hemisfério norte, fora mil tradições não nossas, mas a magia é a mesma.

Se entrega, sente, abraça, vibra, repensa e ama muito, você e os outros. Ah, diga Feliz Natal a todo mundo que encontrar a partir de hoje, ao motorista do uber, do ônibus, aos vendedores, garçons, amigos, porteiros etc. Faz isso! Você vai sentir a vibração incrível voltar pra você. Para fechar, um clássico: