Caprese para qualquer ocasião


Numa daquelas tardes de domingo quentes, como bem tem sido por Recife nos últimos meses, estava as voltas para escolher o almoço. O namorado estava trabalhando e neste dia tudo seria a duas mãos. Lembrei da rúcula, da muçarela de búfala e do pesto que guardei. Tomate nunca falta nesta casa, então a caprese estava na agulha.

Além de ter todos os ingredientes, o prato seria bom para aplacar o calor. Rasguei a rúcula que já estava lavada, graças porque não tem coisa que deteste mais na cozinha do que lavar folhas e legumes e frutas, confesso. Por mim já vinha tudo higienizado. Hahaha

Piquei o tomate e cortei as bolinhas da muçarela em dois. O pesto é super fácil e vou ensinar a vocês agora!

IMG_1197

Pegue as folhas de manjericão e bata com ½ xicara de azeite (isso pode variar a depender do tamanho da sua erva, vá colocando aos poucos, ouça a intuição). Isso é a base, daí coloco um dente de alho e pronto. Tem quem coloque castanhas ou piñoles que é o original, e também um bom parmesão. Neste dia tinha rúcula querendo estragar e coloquei também. Põe em pote de vidro bem fechado e geladeira, dura pelo menos 15 dias.

Misturei tudo e estava pronto! Se tiver manjericão fresco também pode colocar. Servi com uma massa e o molho de tomate fresco, que já ensinei, assim que o amor chegou. Seria maravilhoso com vinho branco geladinho.

Numa noite sozinha (o), vale só a tal salada com a garrafa de vinho e se deliciar com a vida comendo aos poucos. Quem me acompanharia seria bons episódios de Sex and the city. E ainda dizem que comida é só para matar fome do estômago, né? Pobres tolos.